Depois de ser aprovado em reunião extraordinária do Comtur (Conselho Municipal de Turismo) realizada na terça-feira (22), o Plano Diretor de Turismo de Itapira já foi entregue ao prefeito José Natalino Paganini (PSDB) na manhã do dia seguinte, quarta-feira (23). A aprovação se deu por unanimidade no encontro que teve a presença dos representantes legais de todos os segmentos representados pelo Conselho.

A entrega ao Chefe do Executivo foi feita pelo presidente do Comtur, Cristóvão Aberto Coloço Filho. Agora, cabe à Prefeitura elaborar o Projeto de Lei que deverá ser encaminhado à Câmara para que o plano passe a vigorar. O Plano Diretor de Turismo é uma ferramenta indispensável e necessária para nortear todas as ações do município referentes ao Turismo e dar continuidade ao trabalho iniciado pela pasta no início do ano com a organização dos setores que compõem o Protur (Programa de Turismo de Itapira) – Artesanato, Produtor Artesanal, Proprietário Rural, Meios de Hospedagem, Agencias de Viagem, Alimentação Fora do Lar e Meios de Transportes).

Plano Diretor de Turismo já está nas mãos do prefeito (Divulgação)

Além disso, o plano também é um dos requisitos para que o município possa pleitear o título de MIT (Município de Interesse Turístico), que figura entre as prioridades da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo desde o primeiro semestre desse ano. Para sua elaboração, a Secretaria contou com a assessoria especializada da Expectativa Desenvolvimento em Turismo para auxiliar no trabalho de compilação de dados que vinham sendo levantados, como estudo de demanda dos hotéis e museus, Inventário da Oferta Turística do município e de informações sobre a infraestrutura básica do município.

As etapas mais importantes para construção do plano foram as duas audiências públicas realizadas nos dias 31 de julho e 14 de agosto na Casa da Cultura ‘João Torrecillas Filho’, com ampla participação popular, dentre os quais figuraram participantes do Protur, de conselhos municipais, secretários municipais, vereadores e setores relacionados ao Turismo. Na primeira audiência, o foco do trabalho foi a explanação sobre a importância e a função do Plano Diretor de Turismo para nortear todas as ações da gestão e também a definição do segmento turístico a ser trabalhado pelo município.

Foram contabilizados 48 votos válidos que elegeram os três segmentos a serem explorados no Turismo Itapirense: em 1º lugar o Turismo Rural com 44 votos; em 2º o Turismo Cultural com 27 votos; e em 3º o Turismo de Saúde, com 18 votos. Na segunda, o foco do trabalho avaliar, discutir e aprovar as ações, metas e parcerias propostas nos 13 eixos do Plano de Ação tomando como base o segmento turístico escolhido (Turismo Rural) e a análise e diagnóstico das 13 Dimensões do Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional do Ministério do Turismo.

Comente via Facebook 😉