O grupo de rap guaçuano Inspirados lançou na última semana seu mais recente trabalho. Intitulada “Sigo assim”, a mixtape é composta por seis faixas oficiais e uma música bônus que foi gravada em parceria à distância com o rapper angolano Heterogénio. Esta parceria internacional foi intermediada pela Kinkan Agência Cultural e tem a produção do clipe em andamento, tendo previsão de lançamento até o mês de Março de 2018.

As músicas de trabalho, ou seja, as de maior destaque da mixtape são as faixas intituladas “Ser ou não ser”, “Refém” e “Música da Alma”. As gravações das vozes foram captadas no RCK estúdio, em Mogi Guaçu, com exceção das canções “Música da Alma” e “Aqui ali, daqui pra lá”, que tiveram produção em parceria com a Kinkan Cultural.

O novo trabalho teve a prensagem em parceria com a FECHA COM NOIS PRODUÇÕES do produtor Julião Visão em Ação de Ribeirão Preto e está sendo vendido através da Fanpage oficial do grupo no Facebook.

Inspirados é uma banda formada por seis integrantes: Luis Henrique dos Santos Rodrigues, 22 anos, Rodrigo Guaripuna Alves, 26, Igor Siliano Andrelino, 21, Guilherme Monteiro, 24, o coordenador do Anjos da Rua, Antonio Moreira, de 46, e o professor Alberto Paschoaletto, que faz participações especiais tocando o contrabaixo para o grupo e define o trabalho deles como “música de enfrentamento ao caos do contemporâneo”.

Conheço um trecho de uma das letras

Inspirados – O que sempre fortalece

“Olhe ‘pra’ frente mano

Esquece as porradas que a vida vai bater de novo e só pensar não dá em nada

Apesar de tudo aqui nos preparar

Todo dia tem que pensar novamente

Como vamos enfrentar

Pô, acredito que o plano da vida não era batalha

Mas como se a comodidade só arrebata falhas?

Como se não nos deram o que temos direito?

Mas como sem oportunidades sonhar com um mundo perfeito

Já que não as tenho, as crio

Se há um pai que criou tudo, só estou tentando ser um bom filho

Só estou tentando ligar os maninho

Não porque o mundo joga o berro em nossas mão que devemos apertar o gatilho

Aqui cada um faz sua cabeça sempre foi assim

Imagina a mente dos mano que hoje não tem um dim

Quantos desses sem averiguar antes foram dizendo sim – meus pêsames aos que muito cedo encontram o fim

Longe de coisas ruins tento me manter no bem

Não nego os polos da vida há um mau em mim também

Nem por isso vou pisar em quem não merece

Até os que merecem eu deixo que a vida faz essa prece

Pra cada ação, tem reação

Devolução, do que se fez, mas uma vez, sempre queremos, nem sempre temos,  é assim

Sensatez é saber que se apunhalar seu mano pelas costa

Vai levar uma apunhalada por mês

Acredito numa justiça que ninguém interfere

Diferente dessa corruptível que faz com q o pobre perde

Uns mano meu perderam

Só que a fé aqui é forte e sempre os fortaleceram

Vou “dá” um tempo pra essa tempestade passar

E nunca parar de correr, me levantar e encontrar meu lugar ao sol

Só dá um tempo que essa tempestade passa

Só nunca parar de correr

Se levantar e encontrar um lugar ao sol

E viver”

Confira duas das canções presentes na mixtape “Sigo assim”

 

Comente via Facebook 😉