“Não é uma tristeza que, em pleno século 21, a gente ainda tenha que ensinar marmanjo como brinca de conquistar?”. Com esse questionamento direto ao ponto a revista independente AzMina, cujo conteúdo jornalístico é focado em pautas feministas, criou um guia didático que mostra a diferença entre paquera e assédio.

Por ocasião do carnaval, o conteúdo vem somar às campanhas de combate ao assédio e reforçar a conscientização sobre o assunto. O guia está disponível abaixo e pode ser conferido também diretamente no site da publicação. O material foi veiculado originalmente em 2016, mas ainda segue bastante atual e necessário (embora isso não seja algo bom).

Ah! E pra quem acha que o assunto não deve ser levado tão a sério, um dado alarmante (e triste!): entre os carnavais de 2016 e 2017, as denúncias de agressão e assédio sexual ao Disque 180, da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres, aumentaram 88%. #carnavalsemassédio #nãoénão

Comente via Facebook 😉