Placa será instalada na foz do Rio Mogi Guaçu pelo grupo Sentinelas.

O grupo Sentinelas do Rio Mogi Guaçu está com tudo pronto para nova expedição. Deste vez, nos dias três e quatro de Fevereiro, o grupo percorrerá cerca de 260km de carro até Pitangueiras/SP na qual terão uma base de apoio que os auxiliará a embarcar rumo ao Bico do Pontal e instalar uma placa de metal de 1,80m por 1 metro na foz com informações sobre o Rio Mogi Guaçu. Ao todo são nove integrantes do grupo, moradores da região de Mogi Mirim, que navegarão vinte quilômetros de barco rio abaixo até a foz do Rio Mogi Guaçu, onde o rio se encontra com o Rio Pardo, entre as cidades de Pontal e Pitangueiras.

Bico do Pontal, onde se encontra a foz do Rio Mogi Guaçu

Jean Carlo Canato, um dos fundadores e ativistas do grupo Sentinelas, destaca que a expedição é importante pois vai demarcar o lugar. Jean explica que a nascente do Rio Mogi Guaçu é demarcada e tem uma dessas placas explicativas, “mas a foz não é demarcada e pouca gente conhece a localização. Além disso, existem poucas imagens desse local, que só é acessível por barco, já que é praticamente uma ilha. O objetivo principal é que as pessoas vejam nas fotos e nos filmes onde é a foz do Rio Mogi Guaçu e conheçam um pouco mais desse rio tão importante que abastece diversas cidades nos estados de Minas Gerais e São Paulo.”

A ação conta ainda com apoio dos integrantes do grupo Sentinelas Freid Artur Filho e Luiz Carlos Pazin, moradores das cidades próximas à foz, além de patrocínio das Lojas Corricos Pesca & Aventura, Água Clara Náutica e Mineração Mogi Guaçu.

Saiba mais sobre o Rio Mogi Guaçu

A bacia hidrográfica do rio Moji Guaçu compreende uma área de 14 463 quilômetros quadrados em quarenta municípios, com uma população de um milhão e meio de pessoas, em dois estados (São Paulo e Minas Gerais). O rio atravessa zonas urbanas das cidades de Mogi Guaçu, Porto Ferreira, o Distrito de Cachoeira de Emas em Pirassununga, Taquari Ponte em Leme e zona rural de Santa Rita do Passa Quatro. Na sequência, passa pelo norte do município de Descalvado, posteriormente a nordeste e norte do município de São Carlos, prosseguindo em direção a Guatapará e Barrinha. O Rio Pardo é um afluente do rio Grande, que, ao se juntar com o rio Paranaíba, forma o rio Paraná. Na cidade de Mogi Guaçu, o rio tem 50 metros de largura e, em trechos na cidade de Pontal, pouco antes de se unir ao rio Pardo, chega a ter 350 metros de largura (de margem a margem). Quando o Mojiguaçu e o rio Pardo se unem, em Bico do Pontal, ficam com duas cores diferentes devido à cor mais clara do Mojiguaçu e à mais escura do rio Pardo, semelhante ao que acontece no encontro dos rios Solimões e Negro. (Wikipedia)

 

Comente via Facebook 😉